Baixada Santista adia campanha de vacinação antirrábica

9 de agosto de 2019

Por:


Ministério da Saúde alega problemas técnicos; previsão para abastecimento de doses da vacina é em novembro


Compartilhe:

Prevista para agosto, a campanha de vacinação antirrábica na Baixada Santista foi adiada.

O motivo, de acordo com o Ministério da Saúde, foram problemas técnicos na produção da vacina pelo laboratório.

O órgão é responsável por distribuir as doses para os estados. Estes, por sua vez, distribuem aos municípios.

Dessa forma, quando a produção for normalizada, deve haver o abastecimento na região. No entanto, a previsão para que isso aconteça é novembro.

Com isso, as cidades adiaram as campanhas, apesar de

No estado de São Paulo, foram registradas 92 mortes de animais por raiva de janeiro a junho de 2019. Apesar disso, não foram registrados casos na região na Baixada Santista.

Vale lembrar que a raiva não tem cura e é fatal, transmitida por meio da saliva de animais infectados. Assim, a melhor maneira é a prevenção.

Outra doença que pode levar os pets à morte é a leishmaniose, transmitida pelo mosquito palha, que pode ser passada para humanos. Em Santos, testes para a doença e imunização estão disponíveis na Seção de Vigilância e Controle de Zoonoses (Sevicoz).

Nos animais, a imunização deve ser feita o mais rápido possível, ainda quando o pet é filhote ou assim que for adotado, em caso de pets adultos.