Cachorra picada por cobra é salva pelo Canil de Guarujá

9 de maio de 2019

Por:


Em abril, mais de 390 consultas foram realizadas na unidade


Compartilhe:

O Canil do Guarujá está aumentando os atendimentos. Em abril mais de 390 consultas foram realizadas. Na última semana foram surpreendidos com mais uma emergência incomum.
Safira, uma cadelinha de apenas dois anos, foi socorrida na unidade após ser picada por uma cobra, no bairro Vila Júlia.

Ela foi atendida pela veterinária Carolina Castro, que se atentou em anular os impactos do veneno no corpo do animal, evitando, por exemplo, que chegasse aos rins da cadelinha ou que houvesse uma grave hemorragia.

Para o bloqueio do veneno no sangue da cachorrinha, foi aplicado o soro antiofídico e realizada a fluidoterapia intravenosa. Safira também foi medicada com protetores de mucosa. Felizmente, a cachorrinha não teve sequelas ou graves complicações de saúde.

Segundo Carolina, o quadro de Safira exigia atenção em todos os procedimentos, isto porque, de acordo com a espécie da cobra poderiam variar as complicações. Destacou também a importância do socorro imediato do animal em situações correlatas, sendo que o tempo interfere diretamente nas chances de vida do animal.

      

Taís da Silva Menezes, dona de Safira, não esperava que atendimentos complicados como o da sua melhor amiga de quatro patas fossem realizados no Canil de Guarujá, e estava desesperada com a situação. “Eu achei que iria ao canil e não iam resolver nada, que eles não teriam os medicamentos apropriados. Agora minha cachorra está aqui, bagunçando demais” comentou.