Filhotes de Saruê são resgatados em São Vicente

16 de outubro de 2019

Por:


Protegidos pela mãe, morta em ataque de um cachorro, eles foram encaminhados para o Ceptas-Cubatão e adotados por outra fêmea da mesma espécie


Compartilhe:

Nesta segunda-feira (14), a equipe da Guarda Civil Municipal de São Vicente (SP) foi acionada para atender à ocorrência envolvendo um Saruê fêmea e seus cinco filhotes.

O chamado relatava o surgimento de um indivíduo dessa espécie de gambá em uma casa próxima ao Morro Voturuá e que havia sido atacado por um cachorro.

Quando a equipe chegou ao local, a fêmea já estava morta. No entanto, havia protegido os seus filhotes do ataque.

Após resgatar os pequeninos saruês, a equipe ambiental os levou ao Centro de Pesquisa e Triagem de Animais Selvagens (Ceptas), em Cubatão.

A partir daí, a Natureza se encarregou de transformar uma história triste, com a morte da fêmea, em uma história de esperança.

No local havia uma outra fêmea, que passava por reabilitação, mas que adotou os filhotinhos como se fossem seus.

Eles permanecerão no local até terem condições de voltar à Mata.

 

Saruê São Vicente

Espécie de gambá tem expectativa de vida entre dois e quatro anos. Foto: Divulgação

Saruê

Conhecido como gambá-de-orelha-preta, o Saruê ou Sarué (Didelphis aurita) é encontrado nas matas do Brasil, da Argentina e do Paraguai.

Em tamanho adulto, o Saruê chega a ter entre 60 e 90 centímetros e pesar até 1,6 quilo.

Come de tudo, principalmente insetos, frutas, pequenos roedores, ovos, cobras, escorpiões e outros.