Morre cão que atuou no resgate à vítimas de Brumadinho e Mariana

29 de outubro de 2019

Por:


O border collie Thor, de 5 anos, fazia parte do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais


Compartilhe:

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) anunciou na noite desta segunda-feira (28), o falecimento do cão Thor, um border collie de 5 anos e 2 meses.

O animal era integrante do CBMMG, atuando na equipe de busca, resgate e salvamento.

 

Thor bombeiros MG

Exímio farejador, cão atuava na busca por pessoas desaparecidas. Foto: Divulgação/CBMMG

 

Thor atuou, por exemplo, em resgates após a tragédia de Brumadinho, em janeiro; Mariana, em 2015; desabamento de edifícios no bairro Mantiqueira (BH), no ano passado; entre outras ocorrências.

O cão morreu no último sábado (26), em decorrência de infecção generalizada causada por um quadro de pancreatite.

Além disso, ele fora diagnosticado anteriormente com leishmaniose, doença grave causada por um parasita.

“Graças à atuação dele, inúmeras famílias puderam ter seus entes queridos localizados e velados. Thor era considerado uma referência nacional na localização de pessoas desaparecidas”, afirmou o CBMMG em nota.

Nas redes sociais do Corpo de Bombeiros, foi publicada homenagem ao cachorro. Segundo a instituição, Thor será cremado em cerimônia fechada.

 

Thor bombeiros MG

Foto: Reprodução