Santos ganhará seu primeiro hospital veterinário municipal na Zona Noroeste

26 de julho de 2021

Por:


O equipamento possibilitará a ampliação de 20% do atendimento diário de cães e gatos. Uma ótima notícia para os amantes dos pets. Santos terá o seu primeiro hospital veterinário municipal. O equipamento, que será construído na Zona Noroeste, possibilitará a ampliação de 20% do atendimento diário de cães e gatos, incluindo especialidades como oncologia, oftalmologia […]


Compartilhe:

O equipamento possibilitará a ampliação de 20% do atendimento diário de cães e gatos.

Uma ótima notícia para os amantes dos pets. Santos terá o seu primeiro hospital veterinário municipal. O equipamento, que será construído na Zona Noroeste, possibilitará a ampliação de 20% do atendimento diário de cães e gatos, incluindo especialidades como oncologia, oftalmologia e radiologia, entre outros – atualmente, a Secretaria de Meio Ambiente (Semam) realiza média de 92 atendimentos/dia, entre clínicos e castrações.

Isso será possível porque o Município foi escolhido pelo Governo do Estado para implantação do programa Meu Pet, que visa dar apoio a ações e serviços voltados à defesa e saúde dos animais domésticos, com construção de clínicas veterinárias para atendimento clínico gratuito, vacinação e adoção responsável.

O programa disponibiliza R$ 3 milhões para cada cidade selecionada, recurso que compreende demolição e construção, com licitação da obra a cargo do Estado. Ao todo são dez cidades a serem contempladas – além de Santos, já foram beneficiadas Araçatuba e Votuporanga.

O programa solicita aos municípios contemplados que o hospital seja erguido em terreno de 1.800 metros quadrados, com 480 metros quadrados de área construída. A obra terá duração de 6 a 8 meses, sob responsabilidade do Estado. “Esta é uma boa parceria com a Secretaria de Estado da Saúde e que vai ao encontro do meu plano de governo de construir um hospital veterinário na Cidade. Até semana que vem já teremos o local definido”, afirmou o prefeito, que já adiantou que será na Zona Noroeste.

Para o próximo passo, a Prefeitura encaminhará documentações ao Governo Estadual para a assinatura do convênio. “Pretendemos fazer, nesse novo espaço, cirurgias especiais que hoje não são realizadas pela Codevida, além de priorizar as castrações na estrutura já existente”, ressaltou Éder, secretário em exercício da Semam. O vereador Furtado destacou que “esse é um sonho antigo e que o projeto é de qualidade”.