Van roda SP para falar sobre saúde preventiva dos gatos

6 de outubro de 2019

Por:


Blitz na cidade de São Paulo visa conscientizar tutores sobre a importância da saúde preventiva para qualidade de vida dos felinos


Compartilhe:

A Royal Canin deu início em setembro a uma blitz para enfatizar a necessidade do cuidado médico preventivo para gatos, um tópico muitas vezes esquecido pelos tutores.

A ação é parte da campanha Saúde é única para cada gato – #MeuGatoNoVet” e neste domingo (6) estará de volta ao Copan.

A van contará com uma equipe especializada para aconselhar o público sobre cuidados básicos e bem-estar do felino, além da importância da ida periódica ao consultório.

Além disso, darão dicas para tornar esta experiência mais agradável.

Atendimento

A cada dia da programação um hospital ou clínica veterinária parceira da Royal Canin nesta causa disponibiliza sua equipe para esta ação de conscientização.

Como boa parte dos gatos não é acostumado ou não gosta da experiência de sair de casa, a Blitz Van foi preparada para orientar e tirar dúvidas dos tutores sem a necessidade da presença do animal de estimação.

No entanto, caso o gato seja acostumado com passeios, ele também pode acompanhar o aconselhamento.

Objetivo

A campanha foi pensada para conscientizar os tutores, veterinários, parceiros da indústria e personalidades públicas sobre a importância do cuidado médico para os gatos”, diz Glaucia Gigli, diretora de marketing da Royal Canin.

“A Blitz Van será uma ferramenta importante para chegarmos até o tutor e ajudá-lo com as dúvidas que tiver sobre a saúde felina, a ida ao médico veterinário, além de outros temas relevantes”, completa.

Hospital Veterinário Animaniacs

6/10 – 10h às 16h

COPAN (em parceria com Hospital Veterinário Animaniacs)

Como levar os gatos ao veterinário

O cuidado preventivo por meio de visitas anuais ou semestrais ao médico-veterinário é essencial para a saúde geral e bem-estar dos felinos.

Os veterinários acompanham os detalhes do comportamento do animal e seu histórico médico; garantem a vacinação em dia; monitoram o peso; e discutem a nutrição animal.

Este último é um dos assuntos de maior interesse nas consultas. 49% dos tutores discutem a alimentação em todas as consultas.

Além disso, 61% consideram o veterinário a fonte mais confiável de informação para o tema.

Para ajudar os tutores e gatos a terem uma melhor experiência na próxima consulta ao médico-veterinário, a Royal Canin sugere que os tutores se atentem aos pontos abaixo:

Acostume seu gato a ser tocado

Os gatos não estão acostumados ao toque humano, especialmente aquele feito pelo veterinário. Assim, podem ficar estressados com a nova sensação. Para reduzir a ansiedade, comece gradativamente a manipular mais o animal.

Ajude seu gato a se sentir mais confortável na caixa de transporte

Coloque a caixa de transporte em um ambiente da casa em que o gato passe a maior parte do tempo.

Isso para que ele possa se acostumar a ela. Arrume-a com uma manta que o animal já conheça e alguns de seus brinquedos.

Fique calmo

Visitas ao veterinário podem ser estressantes tanto para o tutor quanto para o gato.

Portanto, ao permanecer calmo, seu gato se sentirá mais seguro e confortável com a situação.

Novidades

A clínica é um ambiente diferente para o gato, com iluminação e sons que ele pode estranhar.

Ao chegar, cubra a caixa de transporte com uma toalha para aliviar a tensão.

Ainda tem receio? Procure uma clínica “cat-friendly” – os consultórios especializados têm adaptações para diminuir o stress da espécie.